quinta-feira, 2 de setembro de 2010

SHOW MILTON NASCIMENTO 30 MIL PARTICIPANTES


CLAYTON CASTELANI
Da reportagem local
Trinta mil pessoas se despediram ontem da Expo Mogi ao som dos músicos Flávio Venturini, Lô Borges e Milton Nascimento, num espetáculo que marcou o ponto alto das comemorações do aniversário de 450 anos de Mogi das Cruzes. A apresentação, no Mogilar, ainda foi marcada pela participação de um coral com mil crianças das escolas do município.
Flávio Venturini foi o primeiro a subir ao palco, às 20h35, acompanhado da Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes e os Canarinhos do Itapety, regidos pelo maestro Marcelo Jardim. Com "Planeta Sonho", Venturini iniciou a apresentação.

Porém, foi o coro com a coreografia das mil crianças posicionadas ao lado do palco, que agitavam fitas laminadas nas cores amarelo e vermelho, que surpreendeu e chamou a atenção do público. O coral também entoou com vigor o refrão de "Espanhola", executada por Venturini e Lô Borges, que subiu ao palco às 21h05. Ambos permaneceram no palco para executar sucessos da música brasileira como "Dois Rios".

Quase tão discreto como Venturini, que apenas cumprimentou o público com um "boa noite", Borges só interrompeu a sequência de músicas para elogiar as crianças que acompanhavam as músicas. "Parabéns ao coral, está lindo", disse.
Como já era esperado, foi Milton Nascimento o responsável pela principal manifestação do público, que aplaudiu por vários minutos e gritou o nome do músico, que iniciou seu show por volta das 22 horas. Porém, Nascimento interrompeu a saudação para pedir aplausos ao maestro Marcelo Jardim, que aniversariava ontem.
Ao cantar "Canção da América", a segunda que executou na apresentação, Nascimento apontou várias vezes o microfone para a plateia, que correspondeu dando sequência aos versos. A cena se repetiu durante a apresentação de outros grandes sucessos do cantor.
O prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (DEM) avaliou o evento como um sucesso e disse que dificilmente a festa de aniversário da cidade não será repetida. Ele ainda prometeu melhorar e ampliar a estrutura disponível para o evento tão logo o novo Terminal Estudantes de ônibus esteja funcionando e o Terminal do Mogilar, nas imediações do local onde foi realizada a Expo Mogi 450, seja desativado. "Esse é o espaço das exposições e festas de Mogi, que vai ser ampliado".
O secretário municipal de Cultura, José Luiz Freire de Almeida, ressaltou a oportunidade que a festa deu aos mogianos de assistir apresentações de ícones da música nacional. "É com muita alegria que a gente traz esses músicos para uma apresentação democrática como a cultura deve ser: acessível a todos, porque aqui tudo é gratuito".

FONTE: JORNAL MOGI NEWS

Nenhum comentário: